O Cassino do Chacrinha foi um programa de televisão brasileiro, apresentado por Abelardo Barbosa, o famoso Chacrinha. Com exibição aos sábados à noite na Rede Globo, na década de 80, o programa tornou-se um verdadeiro fenômeno na época. O auditório sempre lotado, a plateia animada e um clima de festa faziam do Cassino do Chacrinha um dos programas mais queridos pelos espectadores.

No cenário, havia uma imitação de um cassino e o famoso locutor Luiz Carlos Miele apresentava os prêmios que eram dados aos participantes. Além disso, a música também tinha grande importância no programa. Grandes artistas da época se apresentavam no palco, como Roberto Carlos, Caetano Veloso, Elis Regina, entre outros.

Em 1982, o programa estava em sua melhor fase. A plateia era sempre animada, o auditório lotado e Chacrinha ainda estava no auge de sua fama. A competição entre as chacretes (as assistentes de palco) também era forte e animava ainda mais o programa. As mulheres eram escolhidas pelo apresentador para disputarem diversos desafios, como danças, brincadeiras e “provas” engraçadas.

O Cassino do Chacrinha também era conhecido por suas frases de efeito. Chacrinha costumava dizer: “Quem não se comunica, se trumbica!”. Além disso, o programa também ficou famoso pelas roupas extravagantes usadas pelo apresentador, com muito brilho, paetês e cores vibrantes.

Infelizmente, o programa chegou ao fim em 1988, após uma longa carreira de sucesso. Porém, ainda hoje, muitos espectadores relembram com carinho os momentos marcantes do Cassino do Chacrinha.

Em suma, o Cassino do Chacrinha em 1982 foi um verdadeiro marco na TV brasileira. Com uma plateia animada, grandes artistas da época e muita diversão, o programa conquistou o coração dos espectadores. Mesmo após tantos anos, ainda é lembrado como uma das referências em entretenimento da televisão nacional. Quiem não assistiu ao programa, realmente perdeu um momento inesquecível da TV brasileira.